Zé Raimundo
Zé Raimundo
Mandato na Imprensa

27/3/2015 - Centro Popular de Conquista agrada clientes e permissionários
Secom BA

Conforto, segurança e acessibilidade, oferecidos pelo Centro de Comércio Popular de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano, construído pela Companhia de Desenvolvimento do Estado da Bahia (Conder), mudou a relação entre permissionários e clientes da antiga feira situada na Praça Arlindo Rodrigues, tradicionalmente conhecida como Praça da Bandeira.

O equipamento, que começou a funcionar definitivamente na última semana, possui três pavilhões, de dois andares cada um, interligados por escadarias e rampas de acesso para cadeirantes, além de piso tátil, banheiros com bancadas em granito, coletores de lixo e um projeto paisagístico que confere ao espaço um visual bucólico e arejado. No total, são 302 boxes destinados ao comércio de artigos eletrônicos, confecções e artesanato.

 

O casal Manoel e Gisélia Souza, 72 e 67 anos, respectivamente, comercializa roupas masculinas, femininas e infantis há 34 anos. “Não existe comparação entre o antes e o depois. Nas barracas de chapa estávamos expostos ao sol e a chuva, e os clientes tinham que se submeter a estas condições para comprar nossos artigos. Hoje, o conforto é para todos”, diz seu ‘Cosme’, como Manoel é carinhosamente conhecido entre os permissionários.

Os clientes também aprovaram a obra, que exigiu recursos da ordem de R$ 7 milhões. “Nem parece a antiga feira. Todo limpinho, organizado. Dá gosto de andar por estes corredores”, afirma Sandra Lima Pereira, que sempre que pode visita o espaço com a amiga e colega de trabalho, Fátima Almeida.

O diretor de Equipamentos e Qualificação Urbanística da Conder, Airton Maia, enfatiza que o papel do Estado é melhorar as condições de vida da população. “É uma satisfação perceber que um equipamento como este, construído com recursos próprios do Tesouro Estadual, pode mudar para melhor a vida de centenas de famílias”. Ele informa que o equipamento foi entregue ao município e inaugurado ainda em 2014.

“É uma satisfação imensa. Este local é fora de série, com toda a infraestrutura que precisávamos para trabalhar. Bem diferente das antigas barracas de lata”, ressaltou o presidente do Sindicato dos Sacoleiros, Ambulantes, Camelôs e prestadores de Serviço do Comércio Eventual, Valdemir Pereira dos Santos, 62, e há 25 anos atuando na feira.

Alba Canal Assembléia
23/12/2015 O que se esconde atrás do ódio ao PT? Por: Leonardo Boff
Waldenor Deputado Federal

Zé Raimundo ® todos os direitos reservados.
Este site foi desenvolvido pela 2Pontos Agência Digital